sexta-feira, 18 de abril de 2008

Luz

Tua ausência
Manhã gelada
Na escura rua da abstinência
Sem tua presença estrelada.

Aos poucos posso sentir
A alegria cintilante
Do seu acordar, do seu sorrir
Em meu coração palpitante.

Aquece o meu coração
Astro de luz radiante
A mais silenciosa canção
Na alegra manhã brilhante.

Lua, estrela, Sol;
Anjo de alma prateada
A luz do farol,
Minha fortaleza alada.

Jejels, 17/04/08

Nenhum comentário: