sexta-feira, 16 de maio de 2008

Cinza

Cinza é a alma
Que descansa em mim,
E tira minha calma.

Futuro é algo incerto,
Mas não algo errado...
Será que sonhar é correto?

Cinza é o sonho
Que parece morrer
Antes mesmo de crescer.

Pesadelo proibido,
Mas é pura realidade
Desse mundo falecido.

Vazio, acolha minha alma
Já rejeitada pelo meu próprio corpo...

Cinza, cor da solidão,
Encontre o sangue que não para,
Me dê o controle da situação.

Cinzas do céu impiedoso,
Cinzas do meu sonho inalcansável,
Cinzas do pesadelo doloroso,
Cinzas do meu coração instável.


Jejels, 16/05/2008.

Nenhum comentário: