quarta-feira, 30 de julho de 2008

O sorriso

Nasce um novo dia
Hora de acordar, Sol
Seguir a rotina
De apagar o farol.

Chuva doce
Molha teus lábios
Na manhã que trouxe
Meu complexo imaginário.

E não resta nada
Além da luz matinal;
Não resta nada
Além do brilho espectral.

Em teus braços quero estar,
Perdida em seu sorriso
Vendo o Sol despertar
No nosso secreto paraíso.

Você ficou preso em meus olhos
Para todo o sempre
E nossa história
Ainda é uma semente.

Minha memória me leva
Aos tempos perdidos
E me carrega
Por tudo o que tínhamos dito.

Seu sorriso me recorda
A vida que sonhei um dia;
Quando o Sol acorda
Me invade essa alegria.

O sorriso contagiante
Que você carrega
Torna tudo emocionante
Nesse dia que começa.

Quando o Sol acordar
Será o começo
Do nosso jeito
De sonhar...


Jejels, 30/07/2008.

Nenhum comentário: