quarta-feira, 10 de setembro de 2008

A ferida

A ferida pulsava
Ferozmente em minha alma
E quase rasgava
Minha pele e minha calma.

Fere meu rosto
E minha pele
A contra-gosto
A ferida me persegue.

Na minha ida ao céu
Uma estrela me queimou
Me fazendo cair
E abrindo a ferida que ficou.

Mas ainda não acabou,
Porque sei que vai acabar bem
E o coração que chorou
Vai sorrir também.

Tenho fé na v__ida
E declaro isso
De cabeça ergu__ida
Curando minha fe__ri__da...


Jejels, 09/09/2008.

Nenhum comentário: