quinta-feira, 12 de março de 2009

Sinfonia das Dores

Entre o perfume das flores
Dormem as estrelas,
Sonhos de diversas cores,
Sinfonia das Dores.

O irreal brota em mim,
Envenena a realidade
Tudo é tão triste assim
Mentiras sem piedade.

Entre as flores sem vida
Brilham as estrelas
Nessa noite esculpida
Pela Sinfonia das Dores.



Jejels, 18/04/2008.

Um comentário:

chris disse...

a realidade que nos envenena é aquela que não compreendemos,os sonhos amenizam realidades incompreendidas e a dor é resultado dessa incompreensão!!! (ADOREIIII O POEMA XD)