domingo, 4 de outubro de 2009

Maldição pirata (lenda de Davy Jones)



Um dia em terra
dez anos no mar
icemos as velas
para navegar


Um maldição tão suprema
quanto o poema
que vou lhes contar

Um amor que navega
um dia em terra
dez anos no mar

Um coração num baú
guardado ao sul
um pirata maldito
um amor eterno
tem dito
não vai acabar
irei ao inferno
para retornar


Garrafas de rum
coração é só um
tentarei me alegrar
em um dia em terra
dez anos no mar

Cidades pilhar
ouro roubar
mas queria somente
nao mais de repente
ter esse tempo esperar

A morte me espera quando o segredo quebrar
meu coração é o que tens
para com isso acabar


Quando a aurora boreal aparecer no horizonte
apenas me conte
se ainda me ama
e ainda clama
pelo meu dia em terra
para que eu possa novamente aguentar
mais subitamente
dez anos ao mar.





Christian Thomas Oncken, setembro de 2009.

Um comentário:

ana disse...

nossa que legal adorei o poema!!!