sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Exorcismo

As horas passam lentamente
Como se o tempo estivesse congelando-se.
Lentamente...

E tudo o que eu queria era permanecer,
Ter esse controle, esse poder.
Tudo o que eu queria era sobreviver.

Queria permanecer em meu lar,
Onde tudo é perfeito,
Onde é o meu lugar,

Mas hoje encontro o frio,
A solidão do vazio
Longe do que era meu.

E a cada lenta hora que se arrasta,
Mais uma fração de minha alma se alastra
Para fora do seu coração.





Jejels, 20/11/2009.

Um comentário:

chris disse...

vou animar seu dia
que de outra forma faria?
com mil beijos o calor
e te mostrar meu amor