sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Acesso ao meu interior

Hoje, vi um velho amigo.
Ele estava tranquilo, sereno
E parecia estar comigo
Por mais de um milênio.

Senti-me tonta
Em minha mente nebulosa...
Mais parecia um faz-de-conta
Aquela tarde cor-de-rosa.

E era mesmo um sonho. Nada mais.
(Não poderia ser real)
Pois a ilusão se desfaz
Como uma decomposição espectral.

Um velho amigo eu vi
Enraizado dentro de mim
E acordei, enfim,
Feliz.


Jejels, 29/01/2010.

2 comentários:

Lobo Ruivo disse...

ae, mais uma postagem boa... parabens, ai... você ta olhando meu blog?

JeJeLs disse...

OOOOI!
Estou dando uma olhada, mas agora vou ver mais, porque agora que eu voltei posso usar o pc ^^