segunda-feira, 1 de março de 2010

Fracasso

Há momentos difíceis
Quando tudo depende apenas de um movimento,
De uma sutileza,
De uma surpresa...

Há músculos que se contraem
Quando deveriam relaxar
E medos que nos traem,
Que fazem tudo desabar.

Olhares voltados para mim
Me fazendo tremer...
Eu sei que agora sou eu,
Tento não deixar o medo transparecer.

E no final, a dor...
Porque não é o suficiente,
Porque seja o que for,
Falta um pedaço de minha mente.

A sincronia comigo mesma foi quebrada
E tenho que buscá-la de volta...
Eu e eu mesma
Sozinhas em uma dura jornada.




Jejels, 01/03/2010.

Um comentário:

chris disse...

é uma jornada na qual poderá contar comigo quando se sentir sozinha