quinta-feira, 4 de março de 2010

Sopro do verão

A brisa invadiu meu quarto
E trouxe consigo os odores de fora;
Com sua dança, fiz um trato
Prometendo aproveitar a hora.

Esse movimento sutil
- Apenas um sopro do verão -,
Curou de um surto febril
Meu desompassado coração.

E com a suave brisa,
Essa minha querida amiga,
Encontrei a força de que precisava
Para dar mais um passo na minha caminhada.



Jejels, 04/03/2010.

Nenhum comentário: