segunda-feira, 5 de abril de 2010

Incapaz

Frio...
Um buraco em meu peito
Abriu-se e encheu-me
De espaços vazios.

E há uma falha,
Algo que não posso consertar.

Eu não sou o bastante,
Posso sentir;
Mas não quero passar um instante
Sem sentir você em mim.

E o contraditório vem à tona,
Pois não suporto te fazer mal
E sinto-me uma tola
Por não poder te dar tudo, afinal.

Eu não sou o bastante,
Posso sentir;
Você merece mais do que eu posso te dar,
Mas eu sou incapaz de te deixar ir.



Jejels, 05/04/2010.



Nenhum comentário: