quinta-feira, 8 de abril de 2010

Sangue


Tão simples em sua amorfia,
Tão vibrante em sua cor,
Tão objetivo em seu anúncio.

Tão certo em sua dor
E tão bonito quando dado por amor.

Tão intenso e fluido,
Tão desesperador
E sem ruído.

Tão essencial,
Tão fatal...
Um gotejar
De sangue.




Jejels, 07/04/2010.

Nenhum comentário: