terça-feira, 29 de junho de 2010

Da aurora à púrpura

O dia nasceu lindo,
aurora que reluzia,
por entre cochilos.
Sonhos para mais uma vida.
Vivida em apenas, mais um dia.
Eis a aurora do meu dia,
de sonhos,
um eterna monotonia.
Languidez que não finda,
ainda é dia,
mas a púrpura, enfatiza.
A noite chega.
Colore o céu,
com estrelas,
que nos lembram uma vida.
O amanhã,
da aurora à púrpura,
um novo dia!






Retirado de http://dyanepriscila.blogspot.com/

Nenhum comentário: