domingo, 27 de junho de 2010

Jéssica

seu olhar é como estrela
que cintila no céu
e refletiu em meus olhos com vontade de ve-la
e agora escrevo no papel

escrevo tudo que a inspiração me enviar
seja ao horizonte olhar
ou durante meu sonhar

tua voz melodia me parece
assim como o mundo caresse
taõ suave como alaude ressonante no infinito
tão bonito

simplismente
eu me sinto diferente
pois és a poesia
infinitamente

seu nome tem alguma coisa de poética
frenetica
seu nome ....
Jéssica




Christian Oncken, 25/03/2007.

Nenhum comentário: