domingo, 3 de outubro de 2010

Meu caminho

Há um caminho invisível,
Às vezes iluminado,
Às vezes em penumbra
Que percorro com uma certa frequência.

Um caminho que já conheço,
Poderia percorrê-lo em pensamento
A cada manhã,
A cada noite,
A cada momento que sentir ser preciso.

Há um caminho que me faz refletir,
Que me ajuda a me conhecer melhor
A medida que o percorro.

Há um caminho que me desliga do mundo,
Que me traz à introspecção,
Que acalma meu coração.

Há um caminho perfumado
Que põe no lugar meus pensamentos,
Que traz a inspiração
E desperta diversos sentimentos.

Há um caminho só meu
Que se inicia em meus pensamentos,
Prossegue com seu perfume,
Evolui até sua voz,
Expande em seu olhar
E termina em seus braços.




Jejels, 03/10/2010.

Um comentário:

Rolando disse...

oi. muito lindo aqui. legal mesmo. visite omeu blog. abraços.