sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Um sentimento novo

Sentada num canto,
Senti algo novo.

Com todo o meu cansaço,
Toda a minha rotina,
Eu ainda me divertia.

Com todos os imprevistos,
Com você bem longe de mim,
Eu ainda sorri.

E quer saber?
Não quis que fosse diferente.

Nesse momento, passo por uma transição,
Uma mudança repentina, inesperada,
Metamorfose em meu coração.

Pode ser que eu sofra com isso depois,
É bem provável que isso aconteça,
Mas as coisas do coração ninguém controla com a cabeça.

E foi nesse momento que eu percebi
Que você já não deixava tanta saudade,
Que aquela necessidade de você já não me invade.

Sinto que estamos próximos de uma mudança,
De uma ruptura...
Consegui forjar sozinha minha armadura.

Não me entenda mal,
Você se torna meu melhor amigo cada vez mais,
Não vou deixá-lo para trás.




Jejels, 05/11/2010.