quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Fluindo


Sinto meu corpo
Cheio de energia,
Cheio de sentimento
Querendo entrar em sintonia
Com esse sopro de música.

O espaço ao meu redor
Parece ampliar-se,
Tornar-se cada vez maior
Com meus movimentos.

Com um começo lento,
Vou soltando os braços,
Entregando-me à dança
A cada passo.

Sutilmente, transformo-me,
Modifico as expressões,
Deixo fluir de vez
Tudo que há em mim.



Jejels, 02/12/2010.

2 comentários:

Marina disse...

Lindo o poema.E adorei a foto!
marina mourão

JeJeLs disse...

Hihihi...
Tem muitas outras de onde veio essa =P
Essa é a Olga Kapranova, estou colecionando fotos das ginastas e ultimamente consegui muitas de apresentações de gala ^^