segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Esquecida

Falta inspiração,
Falta atenção,
Falta interesse
Para continuar no escuro,
Para voltar ao outro mundo
Em que eu podia me perder.

A morte não mais me aflige,
Pois chegou algo mais aterrador;
Temo agora o esquecimento,
Temo ficar presa ao sentimento
Que alimentei no processo.

Como um castigo,
Fiquei com o pensamento perdido
No único tesouro que almejei...
O beijo irreal
Que jamais terei.


Jejels, 24/01/2011.

Nenhum comentário: