sexta-feira, 4 de março de 2011

Encarando de outra forma...

A maioria das pessoas acha que a distância é um grande obstáculo que separa as pessoas e as faz sofrer. Porém, o fato de que quando nos separamos de pessoas que amamos, não quer dizer que os laços que temos com elas serão cortados. O mundo não vai parar de girar, o sol não vai deixar de brilhar e nada de extraordinário vai acontecer só porque estamos sentindo saudades de alguém. O amor vence distâncias, então, se o sentimento é verdadeiro, não há o que temer, pois ele sobreviverá. A distância às vezes é necessária. Pode-se encará-la como uma provação, como um desafio. Mas eu, particularmente, tenho aprendido bastante com ela. Sim, eu enxergo a distância como uma bela oportunidade de aprender, principalmente sobre mim mesma. Quando quem amamos está a quilômetros daqui, por que não conhecer novas pessoas? Fazer novas amizades? Ler novos livros? Nos arriscarmos em outras atividades? Ficar trancado em casa vendo a vida passar e se lamentando por causa da distância só vai aumentar a lacuna que deixaram em seu coração, o que, definitivamente, não faz bem a ninguém. Com um mundo imenso lá fora, por que não arriscar coisas novas? Veja bem, não estou dizendo que devemos substituir pessoas que, por qualquer que seja o motivo, tiveram que se distanciar de nós por algum tempo, estou apenas defendendo a ideia de que ficar chorando por isso não resolve nada. A vida é curta demais pra se passar lamentando por qualquer coisa que seja, e com toda a tecnologia que temos hoje em dia, a distância foi muito resumida! Temos telefones, aparelhos celulares e internet. Além disso, as viagens estão cada vez mais acessíveis às pessoas. Usemos a tecnologia a nosso favor e aproveitemos a vida! Afinal, todos precisamos também passar um tempo sozinhos, nem que seja um instantezinho na vida.









Jejels, 04/03/2011.



Pauta para a 49ª edição opinativa do Bloínquês.

Um comentário:

Naty Araújo disse...

Adorei teu argumento.

Foi muito bom e diferente dos demais.
Gostei das ideias abordadas.

Beijos. Confira sua nota lá no projeto!