domingo, 6 de março de 2011

Impulso

A lua espiava
Quando eu não respirava
Com seu rosto tão perto,
Não estava certo.

Tudo começou a girar...
Meu mundo voltou a girar.

Minhas mãos tremiam
Indo de encontro ao meu rosto corado
E as estrelas riram
Ao ver aquele beijo roubado.



Jejels, 06/03/2011
(o domingo que ainda era sábado)

Nenhum comentário: