sexta-feira, 17 de junho de 2011

Do que eu preciso?

Que todos os dias eu possa acordar, olhar-me no espelho e amar quem estiver refletido.
Que eu tenha sonhos para perseguir e determinação para fazer o que for preciso para alcançá-los.
Que eu tenha forças para combater qualquer desânimo e qualquer obstáculo que se coloque em meu caminho no âmbito de me tirar as esperanças.
Que eu seja forte sempre, mesmo em minhas lágrimas.
Que eu saiba controlar meus sentimentos sempre que for preciso...
E que, se a situação se alastrar a um ponto insustentável, que eu saiba cair, que saiba desaguar toda a pressão e a tristeza, toda a desilusão e a frustração, de modo que nessa queda eu eduque a mim mesma, que me ensine a levantar.

É disso que eu preciso agora.





Jejels, 17/06/2011.

Nenhum comentário: