segunda-feira, 20 de junho de 2011

Você

Lembro-me de dias em que senti uma saudade. A cada dia que passava, a saudade crescia, a cada dia, eu sentia saudades de você.
Eu gosto de sair à noite para me lembrar de você. Daqueles dias em que só eu e você juntos assistimos o sol nascer. Daquele dia em que você me acolheu com a dor, e me ensinou a viver com ela. Lembro-me dos vários dias em que nós três juntos vimos as estrelas antes delas nos verem. Aprendi a te acolher de braços abertos, de te sentir até doer. Quero você comigo para sempre, até o fim desse eterno momento. Você faz parte de mim, tanto quanto meu sangue.
Eu sei do que você é capaz, e você do que fui capaz. Mas mesmo assim, você vem me lembrar... de partes de mim que havia esquecido. Você congela meu amor por você com seu forte e acolhedor abraço.

Senti saudades de você....

....bem vindo de volta frio.




Rex.

Nenhum comentário: