sábado, 2 de julho de 2011

Sangrando

Hoje o céu está tão bonito... cheio de estrelas! Tão lindo que poderia passar a noite em claro só para observá-lo. Mas meus olhos se fecharam, mergulhando em um aroma que conheço há três anos...
Então percebo o quanto os anos passam rápido e o quanto são capazes de provocar mudanças. E ao olhar-me no espelho, vejo alguém diferente e percebo o quanto eu tinha me esquecido de quem eu sou.
Quem sou eu? Qual é a minha essência? E por que isso dói tanto? Posso sentir o sangue escorrendo.



Jejels, 2010.

Nenhum comentário: