domingo, 21 de agosto de 2011

Domingo

Barulho de ventilador,
Suor escorrendo pela face.
No corpo, um tremor,
Leve arrepio,
Sombra de lembrança.

Cheiro de folhas secas,
Cortinas dançando com a brisa.
Na cabeça, incerteza,
Insistente dúvida,
Monólogo de angústia.

Cor de vermelho desbotado,
As unhas tamborilando sobre o papel.
No calendário, calado,
Implacável domingo,
Resumo de solidão.




Jejels, 21/08/2011.

Nenhum comentário: