terça-feira, 2 de agosto de 2011

Saudadeando

Fito as paredes
Movendo os dedos
Ao som da música
Que ouço da rede.

O telhado dança,
As telhas tremeluzindo
Com a claridade que as alcança
Da janela que esconde um dia lindo.

Estou enclausurada
Mas não apenas em meu quarto,
Mas num sentimento nato
A uma alma apaixonada.

Ensaio frases e movimentos
Mesmo sabendo que ficarei sem fala
E ruborizada no exato momento
Em que disser que senti sua falta.




Jejels, 28/07/2011.

Nenhum comentário: