sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Crepúsculo

Todos os dias quando acordo, vem aquela sensação engraçada que mistura a preguiça e a expectativa: um dia inteiro pela frente, mas logo estaremos juntos. Essa nossa rotina às vezes tão maçante rege nossas vidas, traz o cansaço e os resultados do que conseguimos produzir na esperança de estarmos sendo úteis ao mundo.

Todos os dias antes de dormir, outra sensação, a de fim de parte do ciclo, obrigações do dia cumpridas –ou não- e sempre a sua lembrança. Deito e fico horas a fio na tentativa de pegar no sono, fugir da realidade em meus sonhos, mas até lá, todos os meus pensamentos estão focados em você.

Nosso suor sagrado, o resumo dos nossos esforços diários que regam os dias da semana, resultado do nosso esforço tanto mental quanto físico. Um emaranhado de atividades e deveres, sempre há algo a fazer, o tempo vai sendo esmagado pela rotina cor de concreto que tenta impor-se tão dura a nós.

Veja o sol! Às vezes tão ocupados, esquecemos dessas coisas simples e belas que temos todos os dias... esse pôr-do-sol maravilhoso a se exibir e nem sequer percebemos. Deveria ser um crime esquecer-se desses pequenos prazeres. Posso sentir tanta coisa nesse momento de céu avermelhado, tão poético cenário a se abrir perante nossos olhos e você está aqui comigo. Então me abraça forte e diz mais uma vez que já estamos distantes de tudo, nos seus braços já não pertenço a esse mundo tão opressor, mas sou sua.

Não tenho medo do escuro, só o que desejo é ficar aqui até que a noite venha e eternizar cada segundo em que estou ao seu lado, tão próxima que posso sentir seu coração pulsando por baixo da camisa, o peito tão macio que poderia descansar nesse abraço para sempre, um abraço tão inebriante que nem sei mais que dia é hoje, o que tenho que fazer amanhã, nem sequer onde estou e isso não importa.



Jejels, 31/08/2011.

Pauta para a 83ª edição musical do Bloínquês.

2 comentários:

Everson Cavalcante disse...

Bela postagens. Parabens.
www.eversoncavalcante.blogspot.com

Laissa Ramos. disse...

adoro .