domingo, 25 de setembro de 2011

Crise criativa



Nem curva nem reta,
Nem fechada nem aberta,
Nem errado nem certo,
Nem adjetivo nem verbo.

É um fluxo desordenado
E sem valor próprio,
É um caos fermentado
Por um delírio de ópio.

As ideias sem ligação,
Apenas um emaranhado sem nexo,
Um processo de retrocesso
Aterrando mente e coração.




Jejels, 25/09/2011.

Nenhum comentário: