sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Traição

Batidas e sussurros
De um céu encoberto,
As palavras que empurro
Nem sei ao certo.

O perfume no pescoço,
Repentino alvoroço
Formou-se espontâneo.

O céu caiu
Sobre olhos fechados,
O coração mentiu
Com os sentimentos condenados.

O toque no rosto,
Lábio justaposto
Sentenciou traição.




Jejels, 20/10/2011.

Nenhum comentário: