quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Perecível

Porque o tempo é inexorável,
Murchou a flor prematura;
Atestado de óbito ao tenro botão,
Que mal abriu as primeiras pétalas
Frente ao nebuloso sol de verão.




Jejels, 18/01/2012.

Um comentário:

Fernanda disse...

muito lindo..Curti e segui... quer seguir a gente também? Da uma olhada www.vagnerlucenas.blogspot.com