terça-feira, 8 de maio de 2012

Amor pulverizado

Negra noite vaporosa
Que transforma o mundo ao redor,
Ébria noite fervorosa
Em que se perdem os amantes em pó.


Pois o amor é traiçoeiro,
Possuidor de mil facetas,
Ilusionista trapaceiro
Disfarçado de borboleta.


Negra noite venenosa
Que me faz perder o controle,
Intensa noite de prosa
Sem vivo verso que ressoe.



Jejels, 04/05/2012.

Nenhum comentário: