terça-feira, 31 de julho de 2012

As regras

Abra os braços e umedeça os olhos,
Deixe fluir toda a sua emoção
Até que transborde do corpo.
Abra-se como um rio transparente
Sem medo de deixar as feridas expostas,
Sem medo da resposta
Que receberá em seguida.
Entregue-se de corpo e alma,
Sorriso, força, lágrimas,
Tudo o que tiver, tudo o que for,
Pois é assim que tem que ser,
Mesmo que isso te faça sangrar,
Mesmo que isso te faça sofrer,
Mesmo que isso te faça morrer.


Essas são as regras do amor.




Jejels, 31/07/2012.

Nenhum comentário: