segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Guilty


A culpa?
Abraço-a.
Seguro-me nela como quem se agarra à última chance.
Chance de que?
De não estar sozinha,
Ao menos dela, tenho a companhia.


Jejels, 05/08/2012.

Nenhum comentário: