terça-feira, 18 de setembro de 2012

Um apelo

Para que servem declarações, afinal?
São palavras jogadas ao vento,
No fim, não passam de um lamento,

Um apelo para ser ouvido,
Um pedido por atenção,
No coração, um gemido,
Que no fim, vai sumindo

Conforme dissolvem-se as ondas sonoras,
Perecendo antes de alcançar a graça
De serem gravadas na memória.




Jejels, 17/09/2012.

Nenhum comentário: