quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Uma poça

E quando menos se espera,
Quando se está confiante
E pensa que se livrou da fera,
Há um pequeno detalhe adiante.

Mil pensamentos felizes pela mente
E até um projeto de sorriso surge de repente,
Sem saber que no próximo passo
Virá o sabor de mais um fracasso.

E ao fantasiar,
Sonhadora, ingênua moça,
Não demorou a escorregar
Na primeira poça que apareceu.


Jejels, 20/09/2012.

Nenhum comentário: