quarta-feira, 10 de abril de 2013

Incompreensão

Ondas de emoção percorrem meu corpo.
Mudam, oscilam a cada instante,
Ora afáfeis, reconfortantes,
Ora a inquietude estampada no silêncio das estrelas.

Resta-me o descompasso de um coração arritimado,
A angústia desarmônica a balançar meu peito,
Uma contradição interna,
Crise que desperta,
Adormece
E depois retorna.

Necessidade de atenção,
Em seguida, o desprezo a quem me olha,
Ciclos de contradição,
Entre a euforia e a letargia
Beirando a depressão,
Sufocante respiração.



Jejels, 10/04/2013.

Nenhum comentário: