quinta-feira, 16 de maio de 2013

A forca do afeto

É que o afeto machuca.
O amor é um laço que estreita,
Aperta o peito.
Às vezes, sem jeito,
Passa ao pescoço
E ali me enforca.

É que a dor persiste,
Mas por que tão insistente?
O que meu coração sente
Não posso controlar.

É que não encontro motivo
Que explique o desatino
Da ferida que é perder,
Uma vez que nunca tive você.


Jejels, 16/05/2013.

Nenhum comentário: