quinta-feira, 5 de junho de 2014

Treze versos mais teus

Manhã que desperta,
Teus olhos se abrem.

Mais sonhos germinam,
Teus braços se abrem.

Matizes desbotam,
Teus dedos colorem.

Má sorte se espalha,
Teus pensamentos combatem.

Maré nos separa,
Teus versos nos unem.

Manha que mima,
Teus cabelos embaraçam.

Máquina que bombeia
Teus sentimentos em meu peito.

Malícia que contrasta com
Teus princípios de pureza.

Margaridas que perfumam
Teus jardina imaginários.

Magnitude que caracteriza
Teus efeitos sob minha pele.

Materialização do desejo,
Teus músculos me envolvendo.

Mapa da felicidade,
Teus pés a guiar os meus.

Magia inigualável - 
Teus lábios pousados nos meus.



Jejels, 28/04/2014.

Nenhum comentário: