quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Idílico

Engraçado que tenha sido tão fácil
E como tudo aconteceu tão rápido.
Como se já o conhecesse antes,
Como conectados mesmo distantes.

Engraçado como afinidades irmãs
Fazem-me esperá-lo todas as manhãs,
Uma razão a mais para ir além,
Reviver os prazeres de descobrir alguém.

Engraçado como parecem não me bastar
Os dias da semana que temos a compartilhar,
Mas quando, longe, consigo seu tempo,
As palavras parecem sumir num lamento.

Engraçado ter a surpresa de vê-lo
E desarmar-me de defesas perante seu zelo,
Rir dos erros, das adversidades...
Ver crescer em confiança, nova e sincera amizade.

Jejels, 22/09/2014.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Sobre pessoas de ponta-cabeça

Contração - 
Toque após tomada de decisão.
Num momento, o medo,
Mas ao mesmo tempo, impotência.
Não há força que convença
Nem tempo de voltar.
De repente, o mundo a girar,
O medo a se esvair
E eu a...
Rir.
Cada vez mais alto,
De cabeça para baixo,
Mundo a recolorir.


Jejels, 22/09/2014.

Peaceless

Sometimes things turn wrong
And I don't know how or why,
It feels I'm falling down from the sky,
But I've got to stay strong.

Sometimes love seems to fade
From the hearts I thought were pure
And I feel I'm to blame
For I don't know anymore what's true.

And I close my eyes and make a wish
That I could find a better place,
That somewhere would be a smile on my face
And I could feel once again what's peace.


Jejels, 17/09/2014.

domingo, 21 de setembro de 2014

Agora vejo

O que vejo agora,
O que parecia impossível,
Amigos reunidos e uma bola,
Jogo de entrosamento infalível.

O que vejo hoje
Momento precioso,
Sorriso em meu rosto,
A felicidade antes tão longe.

O que vejo, enfim,
Realização de um desejo,
O presente momento, hoje vejo
Um caminho a se abrir sem fim.


Jejels, 17/09/2014.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Como um milagre

É como um milagre,
Partículas de chuva em agosto,
O sentimento estampado em teu rosto
Finda o tormento da seca em meu coração.

É como um milagre,
Olhos de caramelo derretido
Como páginas abertas de um livro
Arrancam-me lágrimas de emoção.

É como um milagre,
O coração a palpitar
Torna-se meu alimento, meu ar,
Um alento que no horizonte desponta.


Jejels, 02/09/2014.

Um do Outro

Haverá dias em que falaremos aos montes
outros se limitarão aos dizeres cordiais
em circunstâncias nosso silêncio resolverá diferenças
só não deixemos de trazer uma vida de interação
por distâncias que irão surgir em dias comuns
pela união que chegará a dias tão poucos
existirá sempre o motivo para não deixar
o silêncio ser maior, a distância imperativa
a vida pode ter nossa força em suas variadas nuances
basta sabermos um do outro.


Igor Melo
(retirado de 
http://igormelofisi.blogspot.com.br/ )