terça-feira, 7 de abril de 2015

Libertação em versos

Vontade de escrever
Sobre nada em particular,
Emoção, saudade, jantar,
Ou o que eu deveria esquecer.

Talvez com as palavras
Esvaíssem-se as dores,
Meus fantasmas e horrores.

Talvez com as palavras
O coração se acalmasse,
Enfim desacelerasse.

E como catarse em letras,
Libertasse-me de todos os disfarces,
E até os mais ínfimos males dispersasse
Com precisão micrômetra.


Jejels, 07/04/2015.

Nenhum comentário: