domingo, 8 de novembro de 2015

O que dizer das madrugadas?

Que as tuas palavras preenchem como estrelas,
Centelhas que fazem brilhar meus olhos.
E sinto como se estivéssemos juntos
Num mundo tão distante do real.

E posso imaginar teu sorriso tão perto,
Um liberto sentimento de felicidade me envolve.

E nesse abraço tão suave e terno,
Fraterno sentimento invade meu peito
Com a paz que dos teus olhos transborda
Recorda-me da textura e sabor que as nuvens devem ter.

E na doce nuvem de tua etérea presença,
A diferença entre os tons de azul se dissolve
E me envolve ao fechar os olhos em sono e serenidade
A felicidade de adormecer nos imaginários braços teus.


Jejels, 08/11/2015.

Nenhum comentário: