segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Houve

Houve um dia em que vestíamos a paz
e naquele lugar irradiou o amor absoluto
não havia a posse e não tinha a culpa
por lá o respeito brotava pelo chão.

Houve um tempo em que o tudo era quase nada
e na simplicidade construímos várias riquezas
os sorrisos eram livres e os abraços espontâneos
um corpo ia ao outro sem olhar as diferenças.

Houve um sonho onde tudo era como foi descrito
a música sempre livre como toda arte e sentimentos
não havia fronteiras o espaço ao lado era meu e era seu
o tudo não importava, pois o que bastava era o fazer, o compartilhar, o amar.


Igor Melo em <http://igormelofisi.blogspot.cl/>

Nenhum comentário: