terça-feira, 15 de novembro de 2016

Espero e amo

Te amo e te espero
Sem medo ou mistério.
Te amo e te espero
Na agonia da minha ansiedade
Na imensidão da minha saudade.
Na alegria do riso teu
Que há tempos jã não ouço.
Na simplicidade de um esboço
Nas cartas que você me deu.
Te amo e te espero
Em devaneio aéreo
Meus pensamentos voam a você
E voltam a me envolver
Em doces lembranças.
Te amo e te espero
Com loucura e esperança
Como quem a chuva espera
No deserto do Atacama.
Te amo e te espero...
Contando os dias já incompletos
E a cada noite sonho e te chamo...
Te espero e te amo.


Jejels, 07/11/2016.

Nenhum comentário: