segunda-feira, 19 de junho de 2017

O coração que ama

"O coração que ama
É estúpido e insensato,
Mesmo com maus tratos
Resiste em sua chama.
O coração que ama
Insiste mesmo sem razão,
E mesmo na mais bruta desilusão
Recolhe seus pedaços da lama.
O coração que ama
Está fadado ao sofrimento
À desventura e ao desalento
Pela voz que já não o chama.
O coração que ama...
É o coração que por ti clama
Pateticamente em vão
Na solitude de seu quarto imerso em escuridão."

Jejels, 18/06/2017.